Comércio Internacional (------)

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  jeani_bs em Qui Jul 23, 2009 2:08 pm

1)B

3)C
4)D

Suspect
avatar
jeani_bs

Mensagens : 311
Data de inscrição : 11/06/2009
Localização : cuiabá - MT

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Com. Int.

Mensagem  Convidad em Qui Jul 23, 2009 5:26 pm

Hum que chute! Caquinha
1- B
2- D
3- A
4- C
5- E
study

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  raspadotacho em Sex Jul 24, 2009 11:48 am

1-B
2-D
3-C
4-D
5-A
avatar
raspadotacho

Mensagens : 133
Data de inscrição : 06/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  Espertinha em Sex Jul 24, 2009 6:41 pm

GABARITO SEMANA 04
1)A
2)D
3)C
4)D
5)E

_________________
"Mantenha seus pensamentos positivos. Porque seus pensamentos tornam-se palavras. Mantenha suas palavras positivas. Porque suas palavras tornam-se hábitos. Mantenha seus hábitos positivos. Porque seus hábitos tornam-se valores. Mantenha seus valores positivos. Porque seus valores tornam-se seu destino" - Mahatma Ghandi

Espertinha
Admin

Mensagens : 483
Data de inscrição : 05/06/2009
Localização : Minas Gerais

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

QUESTÕES DA SEMANA 05

Mensagem  Espertinha em Ter Jul 28, 2009 7:20 pm

Exercícios da SEMANA 26/07 – Gabarito dia 31/07

1) Exercer, prévia ou posteriormente, a fiscalização de preços, pesos, medidas, qualidade e tipos declarados nas operações de importação e de exportação, acompanhar a execução dos acordos internacionais relacionados com o comércio exterior, conceder a aplicação do mecanismo do “drawback”, investigar a ocorrência de “dumping” e subsídios com vistas a estabelecer as medidas de defesa comercial, são algumas das atribuições
a) da Secretaria da Receita Federal, tendo em vista sua competência constitucional para a fiscalização e controle do comércio exterior, além da pesquisa e fiscalização do valor aduaneiro das mercadorias reprimir
as práticas de sub e superfaturamento na importação e na exportação.
b) do Ministério das Relações Exteriores, tendo em vista que dumping, subsídios, salvaguardas, valoração aduaneira, Sistema Harmonizado, acordos internacionais de comércio são decorrentes de
atos internacionais sob sua competência constitucional.
c) da Secretaria de Comércio Exterior, tendo em vista competir a ela, entre outras atribuições, exercer a política de comércio exterior e autorizar as importações e exportações de mercadorias através do
mecanismo do licenciamento.
d) do Banco Central do Brasil em conjunto com a Secretaria de Comércio Exterior, tendo em vista o controle cambial e administrativo das operações de importação e exportação.
e) da Secretaria da Receita Federal e do Banco Central do Brasil, tendo em vista a necessidade de coibir as fraudes cambiais nas operações de comércio exterior, fretes internacionais e conciliação entre
os contratos de câmbio, faturas comerciais e conhecimentos de carga.

2) A fiscalização e o controle sobre o comércio exterior, essenciais à defesa dos interesses fazendários nacionais, serão exercidos pelo Ministério da Fazenda. (Constituição Federal 1988, art.237).
a) Compete ao Ministério da Fazenda a fiscalização e o controle somente quando as operações de comércio exterior sejam definidas como essenciais aos interesses fazendários nacionais.
b) Compete ao Ministério da Fazenda a fiscalização e o controle das operações de comércio exterior, atividades administrativas consideradas essenciais aos interesses fazendários nacionais.
c) Compete ao Ministério da Fazenda a fiscalização e o controle das operações de comércio exterior relativas a bens ingressados no país, tendo em vista serem as importações essenciais aos interesses
fazendários nacionais.
d) Compete ao Ministério da Fazenda a fiscalização e o controle das operações de comércio exterior relativas a bens saídos do país, tendo em vista serem as exportações essenciais aos interesses fazendários
nacionais.
e) Compete ao Ministério da Fazenda a fiscalização e o controle das operações de comércio exterior relativamente às obrigações do País frente aos seus compromissos internacionais.

3) O argumento em favor da proteção às indústrias nascentes ganhou força com a publicação do “Report on Manufactures”, de Alexander Hamilton, que defendeu o desenvolvimento nos Estados Unidos da América e o uso de tarifas para promovê-lo. A respeito dos instrumentos de proteção a indústrias nascentes é correto afirmar que:
a) o argumento que analisa as economias de escala produzidas pela proteção a indústrias nascentes defende como instrumento principal as firmas, em vez de indústrias, uma vez que, ao concentrar os benefícios nas mãos de poucos agentes privados, preferencialmente um monopólio, criam-se condições para que a indústria local se desenvolva mais rapidamente.
b) desde que ocorra, a proteção a indústrias nascentes atinge os resultados pretendidos a custos semelhantes, não importando muito se utiliza instrumentos tais como cotas, subsídios ou tarifas.
c) o argumento que analisa a aquisição de experiência pela economia nacional, baseado no princípio de se “aprender fazendo”, o que permite justificar a proteção a tais indústrias por tempo indeterminado, preferencialmente longo, já que a inovação é condição necessária à manutenção da competitividade industrial.
d) entre as principais críticas aos instrumentos utilizados para proteger indústrias nascentes estão os argumentos que apontam algumas de suas implicações, a exemplo da dificuldade de se escolher corretamente as indústrias que devem receber proteção, a relutância das indústrias a dispensar a proteção recebida e seus efeitos deletérios sobre outras indústrias.
e) entre as principais críticas aos instrumentos utilizados para proteger indústrias nascentes estão os argumentos que apontam algumas de suas implicações, a exemplo da dificuldade de se combinar as indústrias que devem receber proteção com o modelo de substituição de importações, a concordância das indústrias em dispensar a proteção recebida e seus efeitos deletérios sobre outras indústrias.

4) Entre as razões abaixo, indique aquela que não leva à adoção de tarifas alfandegárias.
a) Aumento de arrecadação governamental;
b) Proteção à indústria nascente;
c) Estímulo à competitividade de uma empresa;
d) Segurança nacional (defesa);
e) Equilíbrio do Balanço de Pagamentos.

5) O livre-cambismo é uma doutrina de comércio que parte do pressuposto de que a natureza desigual dos países e regiões torna a especialização uma necessidade, sendo o comércio o meio pelo qual todos os participantes obtêm vantagens dessa especialização. Cada país deveria especializar-se na produção de bens onde consegue maior eficiência, trocando o excedente por outros bens que outros países produzem com mais eficiência. O principal argumento contra o livrecambismo, desde o século XIX (A. Hamilton e F.List), se concentra na idéia de que:
a) O livre-cambismo é incapaz de promover a justiça social;
b) No livre-cambismo, somente se beneficiam do comércio os países que apresentam uma pauta de exportações onde a maioria dos produtos possui demanda inelástica. Quando isso não ocorre, a concorrência é predatória;
c) O livre-cambismo é bom para os países de economia madura, mas os países com indústrias nascentes necessitam de alguma forma de proteção;
d) O livre-cambismo atende apenas aos interesses dos grandes exportadores, que usam a liberdade econômica para estabelecer monopólios e cartéis;
e) Na verdade não existe livre-cambismo na prática. Todos os países são protecionistas em razão da intervenção do Estado.

_________________
"Mantenha seus pensamentos positivos. Porque seus pensamentos tornam-se palavras. Mantenha suas palavras positivas. Porque suas palavras tornam-se hábitos. Mantenha seus hábitos positivos. Porque seus hábitos tornam-se valores. Mantenha seus valores positivos. Porque seus valores tornam-se seu destino" - Mahatma Ghandi

Espertinha
Admin

Mensagens : 483
Data de inscrição : 05/06/2009
Localização : Minas Gerais

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  jeani_bs em Ter Jul 28, 2009 9:12 pm

1)C
2)B
3)D
4)E
5)C

=S
avatar
jeani_bs

Mensagens : 311
Data de inscrição : 11/06/2009
Localização : cuiabá - MT

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  joneselder em Qua Jul 29, 2009 11:02 pm

1-C
2-B
3-D
4-C
5-C
avatar
joneselder

Mensagens : 173
Data de inscrição : 09/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  raspadotacho em Sex Jul 31, 2009 3:45 pm

1-C
2-B
3-D
4-A
5-C
avatar
raspadotacho

Mensagens : 133
Data de inscrição : 06/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  Fabi em Sex Jul 31, 2009 5:56 pm

1-C
2-A
3-D
4-D
5-E
avatar
Fabi

Mensagens : 58
Data de inscrição : 13/07/2009
Localização : Balneário Camboriú - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  Espertinha em Sex Jul 31, 2009 7:12 pm

Exercícios da SEMANA 26/07 – Gabarito dia 31/07

RESOLUÇÃO:

1)Aqui cabe um comentário sobre o regime de “drawback”. É um regime aduaneiro especial de incentivo às
exportações, aplicado em 3 modalidades básicas: suspensão, isenção e restituição. (Foi pedido no edital de 2002, mas não no edital de 2005)
Resposta: Letra C

2) Trata-se de uma questão de interpretação do artigo 237 da Constituição Federal (transcrito no enunciado). É o artigo que delega ao Ministério da Fazenda a competência para realizar o controle aduaneiro
no Brasil. É como se o artigo dissesse:”a Aduana brasileira estará dentro da estrutura do Ministério da Fazenda”. Por causa desse artigo da nossa CF é que a Aduana brasileira não é um órgão independente, como é a aduana americana, por exemplo.
Vejam.
(a) (ERRADA) a fiscalização e o controle sobre o comércio exterior são sempre essenciais à defesa do interesse nacional, como diz o artigo.
(b) (CORRETA) é a tradução do que diz o artigo.
(c) (ERRADA) o artigo não se refere somente a importações, mas a todas as atividades de comércio exterior.
(d) (ERRADA) o artigo também não fala somente de exportações.
(e) (ERRADA) o controle também não se refere somente aos compromissos externos, mas sim ao interesse nacional.
Resposta: Letra B

_________________
"Mantenha seus pensamentos positivos. Porque seus pensamentos tornam-se palavras. Mantenha suas palavras positivas. Porque suas palavras tornam-se hábitos. Mantenha seus hábitos positivos. Porque seus hábitos tornam-se valores. Mantenha seus valores positivos. Porque seus valores tornam-se seu destino" - Mahatma Ghandi

Espertinha
Admin

Mensagens : 483
Data de inscrição : 05/06/2009
Localização : Minas Gerais

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  Espertinha em Sex Jul 31, 2009 7:19 pm

Exercícios da SEMANA 26/07 – Gabarito dia 31/07

RESOLUÇÃO:

3)
(a) (ERRADA) Monopólio é considerado desvio de comércio. O país que impõe barreiras ao comércio para prover proteção à indústria nacional não objetiva com essa atitude desenvolver monopólios em setores produtivos.
(b) (ERRADA) O custo para o governo em conceder um subsídio é maior do que o custo de se aplicar uma tarifa.
(c) (ERRADA) A proteção às indústrias nacionais defendida é por tempo DETERMINADO.
(d) (CORRETA) Quando se vai proteger o mercado nacional, o governo tem de selecionar o setor que receberá a proteção (automotivo, brinquedos, informática etc.). Imaginem a disputa dos fabricantes nacionais por proteção ao seu setor. Isso pode gerar inúmeras “negociações” entre governo e produtores, e até mesmo a corrupção. Difícil também para o governo é a tarefa de determinar o período de vigência da proteção.
(e) (ERRADA) As empresas não têm que concordar em dispensar a proteção. O governo é que tem que definir por quanto tempo ela valerá.
Resposta: Letra D

_________________
"Mantenha seus pensamentos positivos. Porque seus pensamentos tornam-se palavras. Mantenha suas palavras positivas. Porque suas palavras tornam-se hábitos. Mantenha seus hábitos positivos. Porque seus hábitos tornam-se valores. Mantenha seus valores positivos. Porque seus valores tornam-se seu destino" - Mahatma Ghandi

Espertinha
Admin

Mensagens : 483
Data de inscrição : 05/06/2009
Localização : Minas Gerais

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  Espertinha em Sex Jul 31, 2009 7:22 pm

Exercícios da SEMANA 26/07 – Gabarito dia 31/07

RESOLUÇÃO:

4)
(a) (CORRETA) Apesar de não ser o objetivo principal de uma tarifa de importação a arrecadação, se mesmo com a tarifa o volume de importações for significativo, o país registrará um aumento em sua arrecadação tributária.
(b) (CORRETA) Em várias ocasiões nesse trabalho já foi citado o argumento de proteção à indústria nacional como favorável ao protecionismo.
(c) (ERRADA) É exatamente o oposto. Com a tarifa, os fornecedores externos acabam não participando do mercado, e as empresas domésticas não sofrerão com essa competição estrangeira. Foi o que ocorreu no Brasil durante muitos anos com diversos bens como os automóveis e os bens de informática.
(d) e (e) (CORRETA) Segurança nacional e Equilíbrio do BP são favoráveis ao protecionismo, incentivando a adoção de tarifas.
Resposta: Letra C

_________________
"Mantenha seus pensamentos positivos. Porque seus pensamentos tornam-se palavras. Mantenha suas palavras positivas. Porque suas palavras tornam-se hábitos. Mantenha seus hábitos positivos. Porque seus hábitos tornam-se valores. Mantenha seus valores positivos. Porque seus valores tornam-se seu destino" - Mahatma Ghandi

Espertinha
Admin

Mensagens : 483
Data de inscrição : 05/06/2009
Localização : Minas Gerais

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  Espertinha em Sex Jul 31, 2009 7:29 pm

Exercícios da SEMANA 26/07 – Gabarito dia 31/07
RESOLUÇÃO:

5)
(a) (ERRADA) Dizer que o livre-cambismo era incapaz de produzir a justiça social até poderia ser dito pelas correntes contrárias ao pensamento, mas isso nem o protecionismo era capaz de garantir. Os pensamentos eram econômicos, e não de cunho social. Assim, esse jamais foi o principal argumento contra o livre-cambismo.
(b) (ERRADA) A demanda inelástica é aquela que não se altera (ou se altera pouco) conforme o preço do produto, dada a essencialidade do mesmo, ou a falta de concorrência. É o caso dos produtos agrícolas exportados pelos países em desenvolvimento, pois a procura por esses produtos não sofre grandes variações, nem mesmo em função da renda do consumidor. Na verdade, quem se beneficiava do livre-cambismo eram os países que exportavam produtos com demanda elástica
(aumenta com o aumento da renda), como era o caso dos países exportadores de produtos industrializados.
(c) (CORRETA) Os países cujos produtores-exportadores já se estabeleceram no comércio internacional se beneficiam do livre-cambismo, pois têm condições de enfrentar a concorrência com preços reduzidos. Já as indústrias nascentes podem quebrar se tiverem de enfrentar, inicialmente, a concorrência internacional.
(d) (ERRADA) De fato os grandes exportadores podem se beneficiar do livrecambismo, mas os pequenos que conseguirem penetração em mercados externos também podem obter benefícios com o comércio.
(e) (ERRADA)jamais foi um argumento contra o livre-cambismo, que era o que se perguntava na questão
Resposta: Letra C

_________________
"Mantenha seus pensamentos positivos. Porque seus pensamentos tornam-se palavras. Mantenha suas palavras positivas. Porque suas palavras tornam-se hábitos. Mantenha seus hábitos positivos. Porque seus hábitos tornam-se valores. Mantenha seus valores positivos. Porque seus valores tornam-se seu destino" - Mahatma Ghandi

Espertinha
Admin

Mensagens : 483
Data de inscrição : 05/06/2009
Localização : Minas Gerais

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  Convidad em Dom Ago 02, 2009 12:11 pm

EXERCÍCIO DA SEMANA 02/08


1) Não é função da Secretaria d Rceita Federal:

a)interpretar e aplicar a legislação fiscal e correlata, relacionada com a sua área de atribuições, baixando os atos normativos e instruções para a sua fiel execução.
b)aterar as alíquotas do IPI cobrado nas importações.
c)executar o controle do valor aduaneiro de mercdorias importadas ou exportadas.
d)reprimir, nos limites de sua alçada, o contrabando, o descaminho e o tráfico ilícito de entorpecentes e de drogas afins.
e)estimar e quantificar a renúncia de receitas adminitrativas e avaliar os efeitos das reduções de alíquotas, das isenções tributárias e dos ientivos ou estímulos fiscais, ressalvada a competência de outros órgãos que tratem desses assuntos.



2) Não é função do Ministério das Relações Exteriores:

a)manutenção de cadastro de importadores estrangeiros e exportadores brasileiros.
b)realização de estudos e pesquisas sobre mercados estrangeiros e intercâmbio comercial brasileiro.
c)divulgação de oportunidades comerciais no Brasil.
d)definir as diretrizes da política de comércio exterior.
e) assistência a empresários brasileiros em visita ao exterior.


3)- Sobre a Câmara de Comércio Exterior (CAMEX), é correto afirmar-se que:

a) é órgão vinculado à Presidência da República incumbido de promover e divulgar oportunidades
comerciais no estrangeiro e de representar o País em negociações comerciais internacionais.
b) é órgão de composição inter-ministerial que normatiza, orienta e controla as atividades comerciais
do Brasil com outros países.
c) é órgão vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e responsável
pela fixação de diretrizes e implementação de controles cambiais.
d) é a agência governamental criada precipuamente para estimular a maior competitividade dos
produtos brasileiros e apoiar o aumento das exportações.
e) possui, entre suas atribuições, a definição de diretrizes e procedimentos relativos à implementação
da política de comércio exterior e à coordenação das ações dos órgãos governamentais nesse âmbito.


4)Assinale a alternativa que contém as afirmativas corretas:

I- A base de cálculo do imposto de importação é o valor aduaneiro se aplicada a alíquota ad valorem
II- Na aplicação dos métodos de valoração, pode-se inverter a ordem ente o 4º e o 5º métodos.
III- O 6º método de valoração permite que seja usado como base o valor de mercadoria idêntica produzido em país diferente daquele da mercadoria que ora se importa.

a)I,II e III
b)I e II
c)I e III
d)II
e)III


5)Assinale a alternativa que contém as afirmativas corretas:

I- No uso do 6º método de valoração, pode ser usado como base o valor constante em catálogos de preços praticados no mercado interno do país exportador.
II- No uso do 2º método de valoração, não pode ser usado como base o valor de mercadorias exportadas por pessoa vinculada ao importador.
III- No uso do 5º método, o custo de embalar deve ser acrescido ao valor aduaneiro.

a) I, II e III
b) I e II
c) Ie III
d) II
e) III

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  Convidad em Ter Ago 04, 2009 5:03 pm

1-B
2-D
3-E
4-A
5-C

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  Fabi em Ter Ago 04, 2009 11:16 pm

1-B
2-A
3-D
4-?
5-?
avatar
Fabi

Mensagens : 58
Data de inscrição : 13/07/2009
Localização : Balneário Camboriú - SC

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  Espertinha em Qua Ago 05, 2009 11:22 pm

1)B
2)D
3)E
4)C
5)C

_________________
"Mantenha seus pensamentos positivos. Porque seus pensamentos tornam-se palavras. Mantenha suas palavras positivas. Porque suas palavras tornam-se hábitos. Mantenha seus hábitos positivos. Porque seus hábitos tornam-se valores. Mantenha seus valores positivos. Porque seus valores tornam-se seu destino" - Mahatma Ghandi

Espertinha
Admin

Mensagens : 483
Data de inscrição : 05/06/2009
Localização : Minas Gerais

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  jeani_bs em Qui Ago 06, 2009 12:16 am

1)B
2)D
3)E
4) Suspect
5) Doidim
avatar
jeani_bs

Mensagens : 311
Data de inscrição : 11/06/2009
Localização : cuiabá - MT

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  raspadotacho em Sex Ago 07, 2009 5:05 pm

1-B
2-D
3-E
4-C
5-E
avatar
raspadotacho

Mensagens : 133
Data de inscrição : 06/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  Convidad em Sex Ago 07, 2009 5:16 pm

Gabarito:
1-B
2-D
3-E
4-A
5-E

COMENTÁRIOS:

1- segundo o professor Rodrigo Luz, há palavras que podem nos ajudar a identificar de qual instituição esta tratando a questão. Senão vejamos:
BACEN: câmbio, cambial, instituições financeiras, ouro, capitais estrangeiros
RECEITA FEDERAL: tributos, aduaneiro, fiscal, contrabando/descaminho
SECEX: propor, defesa comercial, administrativo, negociações internacionais, informações/estatística, cultura exportadora
MRE: negociações internacionais, promoção comercial, política internacional
CAMEX: coordenar, opinar, orientar, diretrizes, parâmetros, fixação de alíquotas (ii, ie, medidas de defesa comercial).
Diante do que foi acima exposto, verifica-se que na questão 1 somente a letra B não é função da Receita Federal do Brasil. A Receita não altera alíquota de nenhum imposto.

2- Valendo-se das explicações já dadas, na questão 2 pode-se perceber que não é função do MRE definir diretrizes, conforme dispõe a letra D. Definir diretrizes é função da CAMEX.
3- A CAMEX está dentro do Conselho de Governo, que é órgão de assessoramento da Presidência.
a) ERRADO- órgão que promove é o MRE
b) ERRADO- não cria normas e sim fiscaliza as normas que estão sendo criadas. Alem do mais, a CAMEX fiscaliza os demais órgão em relação à matéria interna, e não relações do Brasil com o resto do mundo.
c) ERRADO- ela está acima dos ministérios. Como ela coordena os ministérios, ela não pode pertencer a nenhum.
d) ERRADO- não é a CAMEX que faz isso.
e) CERTO



4- Como as duas questões seguintes tratam do Valor Aduaneiro, farei um breve resumo.
Há 6 métodos de valoração.
1º Método - Valor da Transação da Mercadoria Importada
“O valor aduaneiro de mercadorias importadas será o valor da transação,
isto é, o preço efetivamente pago ou a pagar pelas mercadorias, em uma venda para exportação para o país de importação, ajustado de acordo com as
disposições do artigo 8º, desde que:
a) não haja restrições à cessão ou à utilização das mercadorias pelo
comprador, ressalvadas as que:
i. sejam impostas ou exigidas por lei ou pela administração pública
do país de importação;
ii. limitem a área geográfica na qual as mercadorias podem ser
revendidas; ou
iii. não afetem substancialmente o valor das mercadorias.
b) a venda ou o preço não estejam sujeitos a alguma condição ou
contraprestação para a qual não se possa determinar um valor em
relação às mercadorias objeto da valoração;
c) nenhuma parcela do resultado de qualquer revenda, cessão ou
utilização subseqüente das mercadorias pelo comprador beneficie
direta ou indiretamente o vendedor, a menos que um ajuste possa ser
feito, de conformidade com o artigo 8º;
d) não haja vinculação entre o comprador e o vendedor e, se houver, que
o valor de transação seja aceitável para fins aduaneiros, conforme as
disposições do § 2o deste artigo.”

2º Método - Valor de Mercadoria Idêntica
“O valor aduaneiro da mercadoria será o valor de transação de
mercadorias idênticas, vendidas para exportação para o mesmo país de
importação e exportadas ao mesmo tempo que as mercadorias objeto de
valoração, ou em tempo aproximado.
Mercadorias idênticas são iguais em tudo, inclusive nas características
físicas, qualidade e reputação comercial. Pequenas diferenças na aparência não impedirão que sejam consideradas idênticas mercadorias que em tudo o mais se enquadram na definição.”

3º Método - Valor de Mercadoria Similar
“O valor aduaneiro será o valor de transação de mercadorias similares
vendidas para exportação para o mesmo país de importação e exportadas ao
mesmo tempo que as mercadorias objeto de valoração, ou em tempo
aproximado.
Mercadorias Similares são aquelas que, embora não se assemelhem em
todos os seus aspectos, têm características e composição material semelhantes, o que lhes permite cumprir as mesmas funções e serem permutáveis comercialmente. Entre os fatores a serem considerados para determinar se as mercadorias são similares incluem-se a sua qualidade, reputação comercial e a existência de uma marca comercial;”

4º Método - Valor Dedutivo
“Se as mercadorias importadas ou mercadorias idênticas ou similares
importadas forem vendidas no país de importação no estado em que são
importadas, o seu valor aduaneiro basear-se-á no preço unitário pelo qual as
mercadorias importadas ou as mercadorias idênticas ou similares importadas são vendidas desta forma na maior quantidade total, ao tempo da importação ou aproximadamente ao tempo da importação das mercadorias objeto de valoração, a pessoas não-vinculadas àquelas de quem compram tais mercadorias, sujeito tal preço às seguintes deduções:
i. as comissões usualmente pagas ou acordadas em serem pagas,
ou os acréscimos efetuados a título de lucros e despesas gerais
relativos a vendas em tal país de mercadorias importadas da
mesma classe ou espécie;
ii. os custos usuais de transporte e seguro, bem como os custos
associados, incorridos no país de importação;
iii. quando adequado, os custos e encargos referidos no § 2o do
artigo 8o; e
iv. os direitos aduaneiros e outros tributos nacionais pagáveis no
país de importação em razão da importação ou venda das
mercadorias.”

5º Método - Valor Computado
“O valor aduaneiro das mercadorias importadas basear-se-á num valor
computado. O valor computado será igual à soma de:
i. o custo ou o valor dos materiais e da fabricação ou processamento,
empregados na produção das mercadorias importadas;
ii. um montante para lucros e despesas gerais, igual àquele usualmente encontrado em vendas de mercadorias da mesma classe ou espécie que
as mercadorias objeto da valoração, vendas estas para exportação,
efetuadas por produtores no país de exportação, para o país de
importação;
iii. o custo ou o valor de todas as demais despesas necessárias para aplicar
a opção de valoração escolhida pela parte, de acordo com o § 2o do
artigo 8o.”

NOTA: “Na apuração do valor aduaneiro, o importador poderá solicitar a
inversão da ordem de aplicação do 4o e do 5o métodos de valoração

6º Método - Critérios razoáveis
“Se o valor aduaneiro das mercadorias importadas não puder ser
determinado com base no disposto nos artigos 1 a 6, inclusive, tal valor será
determinado usando-se critérios razoáveis, condizentes com os princípios e
disposições gerais deste Acordo e com o artigo VII do GATT 1994, e com base em
dados disponíveis no país de importação.
Na utilização deste Método, serão consideradas as regras de valoração dos
métodos anteriores, aplicados com razoável flexibilidade e, na medida do
possível, com base em valores já anteriormente determinados.”

Desse modo, vamos à análise da questão:
I – V – alíquota ad valorem. Base de cálculo : valor aduaneiro
II- V – já explanado
III- V- o 6° método permite isso, pois há flexibilização.

5- I –F
II- F pode haver vinculação na mercadoria importada que sirva da parâmetro, desde que a vinculação não afete o valor.
III- V custo de embalar se encontra dentro do somatório.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  Espertinha em Sex Ago 07, 2009 6:30 pm

renata,
Muito bom seus comentários, esclareceu minhas dúvidas na nº4.
Aplaudir Aplaudir Joia

_________________
"Mantenha seus pensamentos positivos. Porque seus pensamentos tornam-se palavras. Mantenha suas palavras positivas. Porque suas palavras tornam-se hábitos. Mantenha seus hábitos positivos. Porque seus hábitos tornam-se valores. Mantenha seus valores positivos. Porque seus valores tornam-se seu destino" - Mahatma Ghandi

Espertinha
Admin

Mensagens : 483
Data de inscrição : 05/06/2009
Localização : Minas Gerais

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  Convidad em Dom Ago 09, 2009 10:39 am

EXERCICIOS DA SEMANA 09/08

1- A formulação de propostas de políticas e programas de comércio exterior, o
estabelecimento de normas necessárias à sua implementação, a participação nas negociações em acordos ou convênios internacionais relacionados com o comércio exterior e a implementação dos mecanismos de defesa comercial são competências da:
a) Secretaria de Comércio Exterior (SECEX) do Ministério do Desenvolvimento, da Indústria e do Comércio Exterior.
b) Câmara de Comércio Exterior (CAMEX).
c) Subsecretaria de Assuntos Econômicos, de Integração e Comércio Exterior do Ministério das Relações Exteriores.
d) Secretaria de Assuntos Internacionais do Ministério da Fazenda.
e) Agência de Promoção de Exportações (APEX).


2- Tendo uma mercadoria sido doada e não tendo havido a importação de mercadoria idêntica ou similar, no tempo ou aproximadamente no tempo da importação da mercadoria que se quer valorar, o importador não pode usar os 3 primeiros métodos de valoração.
Passa então a tentar usar o 4° método, mas também não existiu a revenda de mercadoria idêntica nem similar no mercado interno no tempo ou aproximadamente no tempo de importação da mercadoria que se quer valorar. O que o importador pode fazer?

a)pedir inversão da aplicação do 4° e 5° métodos.
b)informar um valor estimado e em 90 dias informar o valor pelo qual ele revendeu a mercadoria para poder usar o 4° método
c)informar um valor estimado e por 90 dias aguardar que alguém importe uma mercadoria idêntica para usar o seu valor
d)informar um valor estimado e por 90 dias aguardar que alguém importe uma mercadoria similar para usar o seu valor
e)opções a e b corretas


3- Não é princípio do Acordo de Valoração Aduaneira:

a)equidade
b)simplicidade
c)informalidade
d)uniformidade
e)neutralidade


4- Assinale a alternativa que contem as afirmativas corretas:
I- As nomenclaturas de todos os países têm por base o SH. Alguns países e blocos comerciais acresceram dígitos aos do SH para formarem suas nomenclaturas
II- As importações de remessa postais internacionais sujeitas ao regime de tributação simplificada não serão tributadas de acordo com a classificação na TEC/NCM
III- O Brasil só se tornou signatário do SH em 1996.

a)I, II e III
b)I e II
c)I e III
d)II e III
e)II

5- Assinale a alternativa que contem todas as afirmativas corretas:
I- Os textos das seções, capítulos, subcapítulos e posições têm apenas valor indicativo.
II- Para os efeitos legais, a classificação é determinada, entre outros, pelas notas de capítulo
III- Qualquer referência a uma matéria em determinada posição abrange esta matéria ainda que incompleta.

a)I
b)II
c)I e III
d)I e II
e)II e III

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  joneselder em Qui Ago 13, 2009 8:52 am

1-A
2-A - Aff - Deveria ter a opção deixar a mercadoria lá ... rs
3-C
4-B
5-E
avatar
joneselder

Mensagens : 173
Data de inscrição : 09/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  Convidad em Qui Ago 13, 2009 9:59 pm

A
B
C
E
A

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  raspadotacho em Sex Ago 14, 2009 2:21 am

1-A
2-E
3-C
4-B
5-E
avatar
raspadotacho

Mensagens : 133
Data de inscrição : 06/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Comércio Internacional (------)

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum